Conto de todos os cantos: Silvana Mendes


Silvana em Jeceaba/MG. Créditos: arquivo pessoal

Nascida e crescida e casada na cidade de Jeceaba/MG, Silvana é mãe, costureira, bordadeira e enfermeira aposentada. Hoje em dia, dedica seu tempo aos trabalhos manuais, como: tricô, crochê, bordado à mão, macramê e ponto cruz. Além disso, adora experimentar receitas na cozinha, desde famoso tropeiro, empadão, rosca doce até bolo de confeiteiro.


Ainda criança, Silvana aprendeu o ofício de bordar com sua vizinha Laura Matozinho, a fazer tricô e nunca mais parou. Mesmo quando trabalhava como auxiliar de enfermagem em Jeceaba, lá estava ela com seu bordado ou tricô nas poucas horas de folga que tinha.



“Aprendi o trabalho manual quando criança e nunca mais parei. Faço porque gosto e faço com muito amor!”, conta a bordadeira.

Para estudar, morou um tempo na cidade de Araxá, onde cursou o Ensino Fundamental — antigo 1º grau — no Colégio São Domingos, das Irmãs Dominicanas. Em Congonhas, concluiu o Ensino Médio, com especialização em Magistério. Depois, formou-se como auxiliar de enfermagem e prestou um concurso público estadual, trabalhando no Posto de Saúde de Jeceaba, onde trabalhou durante 30 anos.


Sempre atenta e com vontade de aprender cada vez mais, Silvana, não perde uma oficina que envolva trabalhos manuais, seja presencialmente ou pela internet. Inclusive, com a artesã Ione, conhecida por oferecer oficinas gratuitas na área, aprendeu a fazer decupagem e macramê. E a partir destas técnicas, está sempre fazendo trabalhos com utensílios de cozinha, como copos e jarras.


Entre os trabalhos que fez para sob encomenda para pessoas de Jeceaba, para dar de presente às familiares ou para uso próprio estão:

  1. De crochê: jogos de banheiro, colchas, toucas e golas;

  2. De tricô: blusas de frio e cachecóis;

  3. E bordados à mão: toalhas de banho, mesa, para rosto, para bebês e panos de prato.


Silvana bordando em sua casa. Créditos: arquivo pessoal
“Eu faço assim: de dia eu bordo e à noite faço crochê. Assim, me divirto com os dois ao mesmo tempo”, afirma Silvana.

É importante destacar que Silvana ensina seu ofício a quem lhe procura, por puro prazer de ensinar, e não cobra nada por isso. Isso porque ela acredita que, assim como aprendeu, ensinar é muito importante.


Futuramente, a bordadeira também sonha em fazer uma exposição com os seus trabalhos. O objetivo principal é que as pessoas conheçam mais o seu trabalho.

O Conto de todos os cantos sobre Jeceaba é patrocinado pela Vallourec via Conselho Municipal da Criança e do Adolescente de Jeceaba (CDMCA).

25 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo